Cortella, Karnal e Pondé dão dicas de leitura para o Dia do Leitor

Neste sábado (7), comemora-se o Dia do Leitor. A data, que homenageia anualmente os autores que se dedicam a escrever um livro, ou às pessoas que simplesmente têm o prazer de ler uma boa história, é celebrada em todo o Brasil.

Para não deixar o dia em branco, a #TVCultura pediu dicas de leitura a três pensadores contemporâneos: ao historiador Leandro Karnal e aos filósofos Luiz Felipe Pondé e o Mario Sérgio Cortella. Confira abaixo as indicações dos livros:

Leandro Karnal

Livro: Sapiens: Uma breve história da humanidade

Autor: Yuval Harari

Comentário: “É uma breve história da humanidade e conta um pouquinho sobre a perspectiva do Homo Sapiens e o porquê da vitória dessa espécie sobre as outras espécies da humanidade”, Leandro Karnal

Sinopse: O autor repassa a história da humanidade, ou do homo sapiens, desde o surgimento da espécie durante a pré-história até o presente, mas em vez de apenas ‘inventariar’ os fatos históricos, ele os relaciona com questões do presente e os questiona de maneira surpreendente. Além disso, para cada fato ou crença que temos como certa hoje em dia, o autor apresenta as diversas interpretações existentes a partir de diferentes pontos de vista, inclusive as muito atuais, e vai além, sugerindo interpretações muitas vezes desconcertantes.

Livro: Todos os contos

Autor: Benjamin Moser

Comentário: “Benjamin Moser, biógrafo da Clarice Lispector, selecionou todos os contos dela, que são peças incríveis e muito boas”, Leandro Karnal

Sinopse: A coletânea, que reúne pela primeira vez todos os contos da escritora Clarisse Lispector em um único volume, foi organizada pelo biógrafo Benjamin Moser, autor de “Clarice,”.

Livro: Por que fazemos o que fazemos?

Autor: Mario Sergio Cortella

Comentário: “Um livro sobre a motivação humana, a prioridade e sobre os valores que nos move”, Leandro Karnal

Sinopse: Mario Sergio Cortella desvenda emPor que fazemos o que fazemos?” as principais preocupações com relação ao trabalho. Dividido em vinte capítulos, ele aborda questões como a importância de ter uma vida com propósito, a motivação em tempos difíceis, os valores e a lealdade – a si e ao seu emprego.

Luiz Felipe Pondé

Livro: Felicidade ou morte

Autores: Leandro Karnal e Clóvis de Barros

Comentário: “É um livro bastante divertido e interessante”, Luiz Felipe Pondé

Sinopse: O desejo pela felicidade parece ser mesmo uma constante de nosso tempo. Clóvis de Barros Filho e Leandro Karnal passeiam pela história e pela filosofia para pontuar como cada época e sociedade estabelecem sua própria definição das circunstâncias para o que seja uma vida feliz.

Livro: Mal estar na civilização

Autor: Freud

Comentário: “Um clássico”, Luiz Felipe Pondé

Sinopse: Freud nos faz perceber que o indivíduo não pode ser feliz em sociedade, por mais avanço tecnológico e científico que tenhamos.

Livro: Bíblia

Comentário: “Acho que sempre faz bem. Principalmente, o velho testamento, que acho mais interessante”, Luiz Felipe Pondé

Mario Sergio Cortella

Livro: Discurso do método

Autor: René Descartes

Comentário: “Ele nos ensina a pensar de maneira metódica e raciocinada. Por isso vale muito”, Mario Sergio Cortella

Sinopse: Trata-se de um manual da razão, um prático “modo de usar”. Moderno, Descartes postulava a ideia de que a razão deveria permear todos os domínios da vida humana e que a apreciação racional era parâmetro para todas as coisas, numa atividade libertadora, voltada contra qualquer dogmatismo.

Livro: Memórias póstumas de Brás Cubas

Autor: Machado de Assis

Comentário: “Trás algo delicioso sobre o realismo, da nova literatura, que é um morto contado a história em um livro. E a história dele é genial”, Mario Sergio Cortella

Sinopse: Brás Cubas é um homem rico e solteiro que, depois de morto, resolve se dedicar à tarefa de narrar sua própria vida. Dessa perspectiva, emite opiniões sem se preocupar com o julgamento que os vivos podem fazer dele. De sua infância, registra apenas o contato com um colega de escola, Quincas Borba, e o comportamento de menino endiabrado, que o fazia maltratar o escravo Prudêncio e atrapalhar os amores adúlteros de uma amiga da família, D. Eusébia. Da juventude, resgata o envolvimento com uma prostituta de luxo, Marcela.

Livro: Criação

Autor: Gore Vidal

Comentário: “É um romance histórico, sobre um suposto embaixador na corte de Xerxes, na Pérsia, que vive no século quinto A.C e encontra Confúcio. Juntos, circulam pelo mundo”, Mario Sergio Cortella

Sinopse: Em “Criação”, Gore Vidal reconstrói uma das épocas mais turbulentas e fascinantes da história da humanidade, o século V. a.C. – período em que se conceberam ideias filosóficas, sociais e políticas que mudaram o curso do mundo antigo. O personagem principal de “Criação” é Ciro, neto do profeta Zoroastro. Ciro simboliza, em sua peregrinação, em busca do sentido das coisas e da vida, o único esforço que dignifica o homem: a luta pela Justiça e pela Liberdade.

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


Close